Tem dificuldades em manter o foco na tarefa que está a desenvolver?

Sente uma grande dificuldade em atingir um bom nível de concentração quando tem de começar uma tarefa?

Procura dicas essenciais e fáceis de implementar para ultrapassar este desafio diário?

Este artigo é para si!

Objectiva de máquina fotográfica na mão

Imagem: Objectiva de máquina fotográfica. Fonte: Devin Averuy em Unsplash

Neste artigo vai encontrar 9 dicas que consideramos indispensáveis para manter o foco e ter uma boa capacidade de concentração.

Dica nº 1 – Faça uma lista de tarefas

Comece o dia a escrever num papel tudo o que tem para fazer e termine-o a preparar uma lista com o que ficou para fazer no dia seguinte.

Como é que isto vai ajudar?

Ao escrever tudo o que precisa de fazer durante o dia vai estar a libertar a mente da preocupação de se esquecer de alguma coisa.

Conhece aquele pensamento típico de “Ah, não me posso esquecer de fazer aquilo!”? Sempre que lhe ocorrer, pare imediatamente de fazer o que está a fazer e adicione esse ponto à sua lista. Só assim pode voltar a focar-se 100% na tarefa que tem em mãos, sem medo de se esquecer de nada.

Ao fim do dia, fazer esta lista vai ajudar a mente a desligar do trabalho que ficou por fazer e vai contribuir para que tenha um melhor descanso e preparação para o dia seguinte.

Dica nº 2 – Faça pausas frequentes

A nossa capacidade de foco é bastante limitada em duração, por isso, a sugestão é que recorra à técnica do pomodoro. Conhece?

A técnica do pomodoro foi criada por Francesco Cirillo na década de 80 e é essencial para trabalhar a capacidade de foco.

Segundo esta técnica deve dividir-se o trabalho em períodos de 25 minutos. Entre cada período completado, deverá fazer-se uma pausa de 5 minutos para apanhar ar fresco, sair do posto de trabalho, comer algo, se necessário… No fundo deve espairecer a mente e distraí-la do trabalho que estava a desenvolver.

A cada 4 períodos de trabalho completados deve fazer uma pausa maior entre 15 e 30 minutos.

Como é que isto vai ajudar?

Contrariamente ao que se possa pensar, fazer pausas frequentes é essencial para quem quer manter bons níveis de concentração e de produtividade.

As pausas são essenciais para que o nosso cérebro descanse e se prepare para mais um período de trabalho na máxima concentração.

Dica nº 3 – Defina horários

Defina em que período do dia de trabalho vai ler e responder a emails, bem como ver as notificações do telemóvel e responder a mensagens.

Relógio de homem no pulso

Imagem: Relógio de pulso de homem. Fonte: Brad Neathery no Unsplash

Como é que isto vai ajudar?

Actualmente somos constantemente alvo de estímulos que nos roubam a atenção e prejudicam a concentração. A toda a hora estamos a receber emails na caixa de correio electrónico e a todo o minuto estamos a receber mensagens e notificações das redes sociais no telemóvel.

Estes gadgets, que nos são tão úteis para estarmos contactáveis e desenvolvermos o nosso trabalho, são também um grande inimigo da concentração, por isso é muito importante resistir à tentação de ler e responder a um email assim que ele entra, ou ver a notificação cada vez que o telemóvel tocar.

Tire o som dos equipamentos, se necessário, e defina horários p

Dica nº 4 – Limpe e arrume sempre o espaço de trabalho

Clean desk policy, já ouviu falar?

Consiste em ter sempre o mínimo possível no seu espaço e, quando acaba o trabalho limpar e deixar a secretária vazia, disponível para que outra pessoa possa chegar e começar a trabalhar a partir dela imediatamente.

Como é que isto vai ajudar?

Ter o local de trabalho sempre organizado e limpo diminui a informação que tem de ser processada pelo cérebro. Isto faz com que a mente fique com energia extra para se focar no que realmente importa.

Deixar a mesa completamente livre quando termina o seu dia de trabalho, pode não ser essencial para si, se o posto de trabalho não for ocupado por mais ninguém, mas esta prática vai fazer com que, na manhã seguinte, seja bastante mais agradável voltar ao local de trabalho, sem ter de lidar com a eventual desorganização ou sujidade do dia anterior.

Dica nº 5 – Será que deve ouvir música?

Como não há ninguém que o conheça melhor do que você próprio, nesta dica vamos precisar da sua ajuda.

A música contribui para a sua concentração?

Se sim, pois então ouça música!

Se não, não ouça!

Homem a ouvir música no trabalho

Imagem: Homem a ouvir música enquanto trabalha. Fonte: Austin Distel no Unsplash

Como é que isto vai ajudar?

Não se coloca aqui questão de saber se consegue ou não trabalhar com música, mas se a música o ajuda realmente a concentrar-se.

Se não sabe responder a esta questão, nada melhor do que experimentar. E experimente diferentes tipos de música:

  • Jazz, rock, hip-hop, ou o estilo que mais gostar;
  • Com ou sem letra;
  • Instrumental;
  • Música meditativa;
  • Sons da natureza.

Existe uma panóplia infinita de músicas que pode ouvir, mas já sabe: só se isso realmente contribuir para o seu foco!

Dica nº 6 – Faça meditação (todos os dias!)

Todos os dias, guarde pelo menos 5 a 10 minutos para dedicar à prática de meditação.

Como é que isto vai ajudar?

A meditação não é apenas para monges budistas, nem mestres espirituais, que passam horas em silêncio nos seus retiros. A meditação é uma prática muito saudável, recomendada a todas as pessoas, desde tenra idade, que nos ajuda a acalmar a mente e voltar para o momento presente.

Quantas vezes por dia se apercebe que a mente não estava nem no mesmo tempo nem no mesmo espaço que o seu corpo?

Se não tem consciência da resposta a esta questão, deixamos-lhe o desafio de estar mais atento e compreender por onde andam os seus pensamentos durante o dia.

Com a prática da meditação pode trazer a consciência para o momento presente, compreender como está a sua mente, que pensamentos estão mais presentes, como está o seu corpo e também as suas emoções.

Estar no momento presente é a chave para conseguir manter o foco no que tem para realizar. Se estiver a fazer uma tarefa enquanto pensa na reunião de ontem, ou na outra tarefa que tem para entregar amanhã, não estará a dar o melhor de si a nenhuma destas circunstâncias e, em última instância, a tarefa que está a desenvolver poderá ser prejudicada pela inconsciente falta de atenção.

Quer saber mais sobre meditação e o que pode fazer para começar? Leia o nosso artigo de blog – Meditação – A chave para estar no momento presente

Dica nº 7 – Durma (bem!)

Defina um horário para ir dormir e acordar e respeite-o todos os dias, incluindo aos fins de semana, feriados e férias!

Mulher a acordar na cama

Imagem: Mulher a acordar. Fonte: Kinga Cichewicz no Unsplash

Como é que isto vai ajudar?

Dormir é essencial para que o corpo restabeleça os níveis de energia, por isso é muito importante que durma e que durma bem!

Quando define uma rotina de sono e a implementa está a educar o corpo para que ele saiba quando é realmente para dormir e descansar.

Os primeiros dias podem ser mais difíceis, mas, se for persistente, em pouco tempo o corpo vai aprender a rotina e poderá deixar de ser necessário utilizar o despertador.

Manter rotinas de sono contribui para um sono de maior qualidade, mas lembre-se: deve garantir que dorme entre 7 a 8 horas todas as noites e, de preferência, que acorda cedo todos os dias.

E como dormir é tão importante, temos ainda 3 dicas extras para dormir boas noites de sono:

  1. Para dormir melhor, não utilize qualquer ecrã uma hora antes de se deitar. Aproveite este período para pôr a sua leitura em dia, por exemplo;
  2. Se gostar de tomar banho antes de dormir, opte por tomar um banho quente e relaxante, que ajude a mente a abrandar e prepare o corpo para uma noite de descanso;
  3. Não jante tarde, nem faça refeições muito pesadas antes de dormir. Experimente tomar uma infusão de ervas calmantes como camomila e cidreira, por exemplo.

Dica nº 8 – Tenha uma alimentação saudável

Tenha uma alimentação equilibrada rica em vitaminas e minerais essenciais para o seu bem-estar. Evite açúcares e gorduras saturadas que exigem muita energia do corpo para a digestão.

Já estava à espera desta dica, verdade?

Como é que isto vai ajudar?

Pode parecer cliché, mas manter uma dieta saudável e equilibrada vai dar ao corpo todos os nutrientes necessários para um bom funcionamento.

Corpo são, mente sã! Com uma alimentação saudável o seu corpo terá mais energia para se focar no que precisa de fazer e terá maior facilidade em manter a concentração.

Aproveitamos ainda esta dica para o desafiarmos a beber água! Não lhe damos uma medida certa de água a ingerir por dia, porque nesse ponto há alguma controvérsia, mas recomendamos que se hidrate devidamente todos os dias, dando resposta às necessidades reais do seu corpo.

Dica nº 9 – Pratique exercício físico

Pratique exercício físico regularmente e vá aumentando a intensidade.

Como é que isto vai ajudar?

Fazer exercício físico de alta intensidade trabalha não só o corpo, mas também a mente e ajuda a melhorar a performance cognitiva.

Não sabe que exercícios pode fazer?

Se actualmente não é praticante comece com uma caminhada de 30 minutos e vá aumentando a velocidade ou o tempo da prática.

Se já é praticante regular de exercício físico, não estará na altura de aumentar o nível de intensidade?

Fale com o seu conselheiro de treino ou personal trainer e descubra que exercícios são melhores para si!

Mulher a fazer abdominais~em casa

Imagem: Mulher a fazer abdominais. Fonte: Jonathan Borba no Unsplash

Agora, depois de conhecer todas as nossas dicas, temos algo para lhe pedir em troca: compromisso e persistência para as pôr em prática todos os dias!

Estas dicas são bastante simples, mas farão toda a diferença na sua capacidade de concentração!

Experimente cada uma delas e veja os resultados!

Até ao próximo artigo!