Já ouviu falar de meditação ou de mindfulness?

Sabia que estas práticas estão directamente relacionadas com o aumento da produtividade?

Secretária de trabalho

Imagem: Secretária de trabalho. Fonte: Dose Media no Unsplash

Apesar de existirem algumas diferenças entre a meditação e o mindfulness, estas práticas são óptimas para quem quer aumentar a concentração, manter o foco e reduzir a ansiedade ou stress.

Além disso, existem muitas técnicas de meditação aplicáveis a equipas de trabalho que prometem contribuir para aumentar a produtividade nas empresas e, consequentemente, dos seus resultados.

Quer saber como é que a meditação pode mudar a sua forma de trabalhar?

Alguma vez experimentou os efeitos da meditação?

Provavelmente já deve ter ouvido falar dos benefícios da meditação ou benefícios do mindfulness, mas será que já experimentou acalmar a sua mente num dia mais atarefado e cheio de stress?

Sabemos que, por uma ou outra razão, a prática da meditação pode ser uma rotina difícil de implementar no seu dia a dia:

  • Em casa com a azáfama familiar – Entre preparar refeições, organizar e planear o dia seguinte e pôr todos os deveres e necessidades da casa em dia é quase impossível parar;
  • No trabalho o cenário não é muito diferente – As tarefas multiplicam-se, tem inúmeras reuniões e chamadas para fazer, o seu trabalho está constantemente a ser interrompido por colegas com situações urgentes.

Com tanto que tem para fazer, só de pensar em parar 5 minutos para não fazer nada, já é em si uma causa de stress e ansiedade.

Quer saber como é que a meditação pode mudar a sua forma de trabalhar?

Para descobrir mais sobre meditação, preparámos um vídeo onde lhe damos a conhecer algumas dicas práticas para que possa implementar esta prática no seu dia-a-dia e, consequentemente, melhorar a sua produtividade.

Assista já!

Vídeo: Meditação: Dicas para principiantes Fonte: FULL FILL TV 

Agora que conhece as nossas dicas está pronto para começar a meditar!

Mas como começar a meditar?

Tal como referido no vídeo, uma das formas mais simples de começar a meditar é através da prática dos “60 segundos”.

Mão a segurar relógio pequeno

Imagem: Mão a segurar relógio pequeno. Fonte: Lukas Blazek no Unsplash

  • Sente-se confortavelmente numa cadeira, sem ter os braços ou as pernas cruzadas;
  • Programe um temporizador ou um cronómetro para 60 segundos;
  • Feche os olhos e observe a sua respiração até o tempo terminar!

Muito simples, não é?

Quando o temporizador assinalar o final dos 60 segundos, termina o exercício!

Como voltar à realidade depois de meditar?

Após o exercício de meditação, e para voltar à realidade de forma suave, espreguice-se e comece por observar o que sente de diferente em si.

Sente-se mais presente? Sente mais calma e serena? Ou será que continua em stress, como se sentia antes do exercício de meditação e precisa de mais alguns segundos?

Lembre-se: cada pessoa é diferente e é muito importante que perceba o efeito que esta prática de observação tem na sua mente e no seu corpo.

Se sente que a simples prática dos “60 segundos” pode ser a alavanca que precisa para começar a meditar no dia-a-dia, descubra mais neste artigo de blog ““60 Segundos” para aumentar a produtividade da sua equipa.” 

E se precisa de ajuda para se concentrar durante a meditação, conheça a lista de aplicações com conteúdos de apoio à meditação no nosso artigo de blog “Já parou para respirar hoje? Descubra como abrandar o ritmo!”

Queremos saber como se sentiu. Deixe-nos o seu comentário nesta página!